Adoção, Conte a sua História de Adoção

Conheça a história de adoção do Loki e do Odin

Conte a sua Historia de Adoção - Loki e Odin
Comprar Camas para Cachorro

Conheça a história de adoção do Loki e do Odin.

O lindo encontro da família da Hilde e esses dois dogs aconteceram em uma feira de adoção.

Saiba como tudo começou…

Conheça a história de adoção do Loki e do Odin 

História de adoção do Loki e do Odin“O Loki é o quarto cachorrinho a fazer parte da minha vida, mas o primeiro sem viver com meus pais. Na casa deles, já tinha tido outros 3 carinhas simpáticos (Baby, Rex e Bidú, todos já são estrelinhas) que me ensinaram muitas coisas. Mas depois de ir morar sozinha, não tinha coragem de ter cachorro porque achava que ele não teria a atenção devida.

Poucos meses depois de me casar, decidimos ir até uma feirinha de adoção “só para ver”. Meu marido só tinha tido uma outra cachorrinha na vida, uma Cocker linda (a Kim), e tinha medo de pegarmos um vira-lata e ele “crescer demais para apartamento”.

Havíamos planejado ir a uma feirinha que tinha visto na internet. Chegando lá, cancelaram por conta de previsão de chuva – mas estava um dia lindo! Desapontados, paramos para tomar um café e pesquisamos onde teria outra feirinha, claro, “só para ver”.

Chegamos ao Petz (que na época era Pet Center Marginal ainda) e tinha um cercadinho cheio de filhotinhos fofos! Começamos meio tímidos, olhando todo mundo… até que um certo pretinho começou a escalar a grade do cercadinho para chegar na gente! Pegamos o cachorrinho arteiro, fizemos carinho e ele não parava quieto! Mas seguimos conversando com o pessoal da feirinha, que, como dissemos que morávamos em apartamento, que seria bom um cachorro tranquilo, veio nos mostrar uma fêmea que estava toda sonolenta, meiga, super quietinha. Demos a volta no cercadinho – o tal cachorrinho preto nos seguiu, pisou em TODOS os outros filhotes, e escalou o cercadinho de novo – quase fugiu! Então meu marido levantou esse pretinho persistente no colo, olhou bem na fuça dele e perguntou: “você quer ir para casa com a gente?” e ele abanou o rabo!

Assim o Loki entrou em nossas vidas!

Conheça os Nossos Produtos para Cães

Foi uma revolução! Ele era patudo e todo mundo nos dizia que ia virar um “dinossauro”. Bom, seria o nosso dinossauro de estimação, oras! Ele nem cresceu tanto assim, mas fez MUITA arte!

Um tempo depois, resgatamos um Cocker (justamente a raça que meu marido adora!) da rua. Passamos por ele com um jeito de completamente perdido em uma noite fria. Abrimos a porta do carro, ele entrou! Era tarde, levamos para casa meio sem saber o que fazer. Ele e o Loki fizeram guerra de xixi no apartamento todo! Bom, precisávamos de ajuda! Quando o resgatamos já era tarde e o dia seguinte era Dia das Mães. Segunda precisávamos sair para trabalhar e os dois cachorros não se deram bem… fomos procurar um hotelzinho, pleno domingo dia das mães, para que ele ficasse em lar temporário. Lá foi suuuuuper bem tratado e arrumamos uma família I-N-C-R-Í-V-E-L para ele. Ganhou o nome de Duque, por ter um ar muito fino e elegante.

E agora vão entender por que o Duque faz parte da estória, mesmo não vivendo com nossa família.

Um tempo depois de sua adoção, acompanhamos se estava tudo bem. E ele era o segundo cachorro da família, já tinha uma irmã quando foi adotado. E a relação deles era linda! Saímos abalados e passamos com o Loki para comprar ração. E aí, chegando lá, tinha uma feirinha – de novo! Paramos “só para ver” e um cachorrinho tão branquinho que era até cor-de-rosa veio “conversar” com a gente. Cheirou o Loki, o Loki cheirou ele. Pesava só 3,4kg. O Loki já era um adulto de 10kg. Tinha um jeitinho até meio tortinho, desajeitado, uma pancinha roliça. Uma fofura!

Devolvemos o cachorrinho ao cercadinho e entramos para comprar ração. Não eram tempos fáceis, estávamos com uma série de problemas para resolver, mas entramos falando do tal cachorrinho cor-de-rosa. Mandei mensagem para minha irmã sobre o tal filhotinho apaixonante – bom, ela tem 10 gatos e 2 cachorros – e me convenceu que “um cachorrinho pequenininho” a mais, não é nada assim tão difícil.

Voltamos correndo para o cercadinho já pegando ele no colo – meu marido quase que tirou ele da mão de outra pessoa! “Esse é nosso!!!”

E o Odin entrou para nossa família!

Era um cachorrinho pequenininho e delicado. Só que não! Eram vermes. Ele perdeu meio quilo em 24 horas, depois de tomar o remédio de vermes. Achei que perderia meu filhote. Mas daí para a frente, ele cresceu. E cresceu mais. E continuou crescendo. Ficou estilo adolescente alto, magricelo e meio desengonçado, sabe? Aí ele cresceu mais um pouco. E então começou a ficar forte. Hoje ele tem 15kg e é todo musculoso. Deve ter um mix de pitbull com galgo (é um corredor nato!) na viralatice dele!

Achávamos que já estava tudo sob controle depois do Loki fazer várias artes, já sabíamos como lidar com um filhote. De novo, só que não mesmo!!! O Odin deve ter um gene de gato… é possível? Ele conhece as regras da casa, mas adorava quebrá-las quando não estávamos por perto. Tínhamos uma câmera e víamos o Odin subindo na pia e no fogão quando estavam sozinhos – o Loki olhava com ar de indignação. Roubou muito lixo, comeu TUDO o que conseguiu pegar – lixo (claro!), bananas, sacos de ração (comia até vomitar), pedaços dos armários, roupas do varal, caminhas, pé da mesa, roupinhas, sapatos, chinelos e uma vez chegou a pegar produtos de limpeza e comer óleo de máquina! Nesse dia quase morremos do coração! Acho que foi uma das pouquíssimas vezes que ele passou mal.

Eu cheguei a comprar uma máquina de costura para refazer as caminhas porque era mais barato do que viver comprando caminhas novas!

A vida ao lado deles é uma aventura diária – mas vale por cada almofada comida! Não adotou ainda? Vai numa feirinha “só para ver”!!!

Loki e Odin mandam muitos lambeijos e patadas!

Hilde Luize Gonze

Mais uma linda história de adoção de pet repleta de amor e ‘lambeijos’…

Siga o conselho da Hilde: “Vai numa feirinha “só para ver””.

E depois nos conte a sua história de adoção!

Campanha Conte a Sua História de Adoção

A saber, a Campanha Conte a sua Linda História de Adoção foi lançada nas redes sociais da Lassie no Dia do Cão.

Este evento foi elaborado com o objetivo maior de inspirar outras famílias a adotarem um cãozinho também.

Participe você também:

CAMPANHA CONTE A SUA LINDA HISTÓRIA DE ADOÇÃO 🐶

Adotar um cãozinho é, sem dúvida, um gesto bonito e emocionante…

A Lassie lançou a campanha “Conte a sua história de adoção”, pois queremos ver a sua história disseminada para inspirar outras famílias a adotarem um pet.

O seu relato será divulgado em nossas mídias sociais e tem mais: a Lassie vai fazer uma enquete e dar um BRINDE ESPECIAL para a história mais votada. Sim, isso mesmo, o seu pet vai receber um mimo da Lassie.

Para participar, basta enviar um e-mail para [email protected] com o título “Conte a sua história de adoção” inserindo ao lado do título o nome do seu pet.

Descreva a sua história e ***Não esqueça de enviar uma foto do seu pet em anexo no e-mail*** também.

Então, fique ligado nas datas:

  • A campanha vai até o dia 15/12/19;
  • A votação será realizada no dia 16/12/19;
  • A divulgação da história ganhadora do brinde ocorrerá no dia 20/12/19;
  • Os depoimentos serão publicados conforme forem chegando.

Participe, pequenos gestos fazem toda a diferença!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.