Convivência, Saúde

Você já ouviu falar no Komodor?

Blog

Você já ouviu falar no Komodor? Ele é incrivelmente peludo, gentil e carinhoso com a família que o acolheu, mas é bem desconfiado com estranhos. Com certeza ira alertá-los sobre a presença de estranhos, é muito territorial e tem necessidades sociais.

Vamos saber mais sobre este lindo cão húngaro?

Origem da raça Komodor

O Komodor é conhecido como cão de guarda há mais de mil anos na Hungria. É um bom cuidador da sua família e seu rebanho. Foi introduzido por nômades na Hungria e acredita-se que seja descendente de Ovcharka Caucasiano. O AKC American Kennel Club reconheceu o Komodor em 1937, mas assim como outras raças, quase chegou a extinção durante a segunda guerra mundial.

A partir de 1962 criadores da Hungria e dos Estados Unidos se empenharam em livrar a raça de ser extinta.

Komodor lassie

Temperamento

Com esse instinto protetor, ele precisa ter algo para chamar de seu: família, rebanho, gado, ou até mesmo outros animais de estimação. Esse instinto de proteção é tão forte neles que não é necessário adestramento para que ele vire um cão de guarda. Mas é preciso ensiná-lo a conviver em família.

Por ser um cão com força e velocidade, precisa de um líder que o mantenha sob controle, ainda mais quando sai da fase infantil e passa para a adolescência canina. O amadurecimento desta raça acontece a partir dos 3 anos de idade. Sem esse controle pode ser difícil de conviver com o cão.

Por ser muito inteligente, ele pode ser adestrado ainda filhote e quanto mais cedo começar, menos teimoso ele será. Ele precisa socializar com a família e com outros animais, de estimação ou não.

Esta raça, quando entediada, acaba destruindo as coisas a sua volta. O ideal é que ele tenha um pátio para gastar suas energias. E certifique-se de que tem uma cerca alta, porque se ele decidir sair, não vai ser meio metro de cerca que vai intimidá-lo.

Deixá-lo preso a uma corrente, sem liberdade e sem atenção, além de ser cruel, ainda é uma forma de torna-lo agressivo e destrutivo. Ele não é um cão para ficar sozinho na rua. Deve ficar onde está sua família.

Conheça nossos Produtos

Lembre-se que a razão de vida do Komodor é proteger os seus. Sem esse proposito, ele acaba perdendo sua essência.

Saúde

Assim como qualquer cão, ele tem chance de desenvolver doenças hereditárias caninas e outras doenças que acometem os cães de acordo com suas características físicas. O Komodor pode ser displasia nos quadris, problemas oculares, catarata e torção gástrica.

Esta raça precisa seguir uma alimentação balanceada e fazer atividades físicas para que não corra o risco de ficar obeso.

Komondor01 lassie

Higiene

O pelo do Komodor tem forma de dreadlocked e começa a ficar com este aspecto entre os oito meses e um ano de idade. Os pelos não caem muito, mas requer cuidados especiais. Entre eles, separar as “cordas”.

Conheça nossos Produtos

Quando o cachorro é filhote, tem um “casaco” de pelos branquinhos e fofinhos, mas que na fase adulta geralmente mudam de cor, tornando-se acinzentados ou com uma cor de corda crua.

Evite ao máximo que o pelo fique úmido, sujo, emaranhado ou mal cheiroso. Inclusive, o pelo úmido favorece a proliferação de bactérias e fungos que podem causar problemas de pele e alergias em cães.

Ele precisa de limpezas na região do focinho e nos genitais para reduzir odores, além de manter orelhas limpas e secas.

No geral, é uma raça com muita energia, então é necessária a supervisão de adultos quando as crianças forem brincar com eles. Lembre-se do instinto protetor do Komodor muito forte desta raça. Caso alguém esteja brincando de luta, ele com certeza fará de tudo para proteger seu dono e sua família.

Komodor lassie

Quiz Lassie

O Komodor é literalmente um grande brincalhão de 30 a 45 quilos cheio de instinto protetor, então, o adestramento para que ele possa obedecer e ficar menos agitado é necessário.

Você tem um Komodor?

As caminhas Brandinas são transpiráveis e arejadas, mantendo o seu bichinho longe do chão úmido e frio, e de quebra prevenindo do contato com solos quentes no verão.

No controle de fungos e parasitas, as caminhas pets Brandinas serão um grande aliado e para os cães e gatos idosos, com problemas articulares, obesos ou com dermatite pois alivia os desconfortos corporal, pois se adaptam ao molde do seu corpo, sustentando-o de maneira confortável.

Temos diversos tamanhos de caminhas que suportam até 100kg (Tamanho GG)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.